Home » Câncer » Orientações - Paciente e Familiares » Orientações às pacientes em Pós-operatório de Cirurgias Ginecológicas
Estas orientações são muito importantes para pacientes, familiares e amigos, pois contêm informações sobre o tratamento. Deve-se imprimir, ler e reler sempre que necessário (é recomendável à paciente ler as orientações junto com alguém que participe do seu dia-a-dia).
Alguns tipos de cirurgias
Histerectomia - retirada do útero
Ooferectomia - retirada do ovário
Salpingectomia - retirada das trompas
Cirurgia de Wertheim-Meigs - retirada do útero, ovário, trompas, linfonodos e biópsias
Vulvectomia - retirada parcial da vulva (às vezes há retirada da rede linfática inguinal)
Laparotomia exploradora - abertura do abdômen (necessária para o diagnóstico)
Como limpar os curativos?
(Somente para as cirurgias de histerectomia, ooferectomia, salpingectomia, Wertheim-Meigs, vulvectomia ou laparotomia)

Manter a ferida operatória limpa, lavando-a com água limpa e sabão de coco ou neutro. Após o banho, secá-la com toalha limpa, seca e passada (não cobrir a ferida)

Algumas recomendações importantes sobre
Sexo
Pedir orientações ao médico antes de reiniciar as relações sexuais

Esforços
Por pelo menos três meses, evitar pesos, grandes esforços e movimentos bruscos ao se abaixar ou se levantar.

Dietas
Caso seja recomendada alguma dieta especial, a paciente deve segui-la corretamente.


O que mudará após a cirurgia?
Retirada dos ovários
Algum tempo depois, pode haver sensação de calor intenso seguido de frio (como na menopausa). Não é preciso se preocupar, pois há remédios para isto. Pode ocorrer também diminuição do desejo sexual se houve retirada dos dois ovários.

Retirada do útero
Com a retirada do útero não há mais menstruação. Uma das funções do útero é gerar filhos, portanto a vida sexual da paciente não mudará em nada. A cirurgia não influirá no prazer.


Procurar o hospital nos casos de:
• Febre persistente
• Vômitos incessantes
• Dor forte no abdômen que não passe com a medicação prescrita pelo médico
• Secreção fétida na ferida da operação ou vermelhidão, calor ou sangramentos
• Grandes sangramentos (maiores do que os da menstruação normal)

O Setor de Emergência do Hospital do Câncer II (Rua Equador, 831) funciona todos os dias (durante todo o dia). A probabilidade de encontrar o médico responsável pela paciente é maior durante o horário de funcionamento do ambulatório (das 8 às 16h, de segunda a sexta-feira). Além disso, muitos serviços do Hospital funcionam neste horário, o que possibilita um atendimento mais completo.

Atenção
É preciso retornar sempre às consultas para prosseguir o tratamento.
Pode ser necessário completar o tratamento com quimioterapia ou radioterapia. Deve-se conversar com o médico a respeito deste assunto e de dúvidas sobre o tratamento.



Copyright © 1996-2014 INCA - Ministério da Saúde - Praça Cruz Vermelha, 23
Centro - 20230-130 - Rio de Janeiro - RJ - Tel. (21) 3207-1000
A reprodução, total ou parcial, das informações contidas nessa página é permitida sempre e quando for citada a fonte.
Gerenciado pelas divisões de Comunicação Social e Tecnologia da Informação