Home » Câncer » Orientações - Paciente e Familiares » Orientação aos acompanhantes de pacientes internados no INCA
Por que estas regras devem ser respeitadas?
As regras de segurança e funcionamento de um hospital são diferentes das de outros tipos de ambiente. O silêncio e a tranquilidade do ambiente hospitalar é fundamental para a recuperação dos pacientes, além da necessidade de protegê-los de infecções que as pessoas trazem da rua, sem saber.

Desta forma, é importante limitar o acesso de crianças ou de pessoas que não tenham condições emocionais de frequentar hospitais. Também é necessário pensar na privacidade dos pacientes que não possuem acompanhantes.

Portanto, para que sejam oferecidas todas as condições de conforto, tranquilidade e segurança aos pacientes do hospital, é muito importante reduzir o números de pessoas que circulam pelas enfermarias.


Como é feita a seleção dos acompanhantes?
1 - A solicitação de acompanhante é sempre feita por uma assistente social, enfermeira ou médico. As assistentes sociais definem o nome dos acompanhantes e autorizam a liberação do crachá de identificação. 
2 - É autorizado somente um acompanhante para ficar ao lado do paciente (este pode fazer as refeições no refeitório). No sistema de revezamento, a troca de acompanhante só pode ser feita entre 8h e 20h.
3 - Avise sempre à equipe de enfermagem ao chegar e quando sair da enfermaria.
4 - Não é aconselhável acompanhantes menores de 18 anos ou com mais de 65 anos.
5 - Os acompanhantes são esclarecidos sobre o estado clínico do paciente e orientados sobre o que fazer para ajudar a equipe e o paciente.


Período de Silêncio
O período de silêncio no INCA é de 21h as 6h

Para preservar a tranquilidade dos pacientes, não são permitidos neste horário aparelhos sonoros, telefones celulares e televisões, assim como aglomerações nos corredores e enfermarias.


Cuidando do crachá
Traga sempre o crachá à altura do peito em local bem visível. Não se esqueça de devolvê-lo ao se retirar do hospital.


Normas para visitantes
É importante entender que é mais fácil para a equipe e mais seguro para o paciente que os grupos numerosos de visitantes se revezem em grupos pequenos. Lembre-se que o objetivo do hospital é garantir conforto, tranquilidade e segurança não somente ao seu familiar como também aos demais pacientes. (Leia as orientações para visitantes)

Horários de visita
Informe-se com a equipe sobre os horários e as normas para os visitantes. Visitas fora deste período devem ser previamente comunicadas e autorizadas. Não são permitidas crianças visitando pacientes adultos. Exceções podem ser avaliadas pela equipe.

Não traga cigarros para o hospital
Não é permitido fumar nos quartos, enfermarias ou corredores. Lembre-se que no hospital se recuperam muitas pessoas que ficaram doentes por causa do cigarro.

Não traga alimentos de fora
O hospital oferece refeições para os pacientes e acompanhantes. Não é permitida a entrada de alimentos nas enfermarias para impedir a proliferação de insetos e evitar as infecções que eles trazem. A equipe de nutrição planeja uma alimentação adequada ao estado de saúde do paciente.


Higiene e acomodações
Lave as mãos sempre que tocar seu familiar (antes e depois). A equipe de enfermagem lhe orientará sobre a melhor forma de manusear seu familiar e seus pertences.


Não toque nos aparelhos a não ser que seja solicitado ou autorizado por alguém da equipe médica ou de enfermagem. Jamais sente nas camas dos pacientes.

Isolamento: se o seu familiar estiver em algum tipo de isolamento, antes de entrar dirija-se à enfermaria do setor para ser orientado.


O que trazer para o hospital?
Não traga colchonetes, nem cadeiras de praia para enfermarias e quartos. Traga para o hospital somente o que for estritamente necessário para cuidar do seu familiar. O hospital não pode se responsabilizar pelos seus pertences. Lembre-se que além de sua higiene pessoal, o controle da entrada de objetos é muito importante para evitar a contaminação no ambiente hospitalar.



Uso do telefone público
Os acompanhantes podem utilizar os diversos telefones públicos espalhados pelos hospitais. Alguns destes telefones recebem ligações de fora.


Como a equipe pode orientá-lo
Médicos
Os médicos que cuidam do seu familiar lhe informarão sobre o estado de saúde do paciente.

Enfermeiros
A equipe de enfermagem o orientará sobre a melhor forma de cuidar do seu familiar, tanto no hospital como em casa, quando ele tiver alta.

Assistentes Sociais
Ajudam o paciente e seus familiares a se adaptar a algumas dificuldades que a doença traz. A equipe poderá orientá-lo quanto à obtenção de próteses e alguns benefícios que os órgãos oficiais oferecem.

Psicólogos
Ajudam os pacientes que estiverem com dificuldades emocionais para se adaptar à doença ou ao seu tratamento.

Nutricionistas
A equipe de nutrição o orientará sobre a alimentação do paciente, tanto no hospital como em casa, depois que ele receber alta.



Copyright © 1996-2014 INCA - Ministério da Saúde - Praça Cruz Vermelha, 23
Centro - 20230-130 - Rio de Janeiro - RJ - Tel. (21) 3207-1000
A reprodução, total ou parcial, das informações contidas nessa página é permitida sempre e quando for citada a fonte.
Gerenciado pelas divisões de Comunicação Social e Tecnologia da Informação