Home » Estudos de Casos
Estudos de Casos
A partir de 14 estudos de casos selecionados com base na prevalência dos tumores no Brasil e na possibilidade de intervenção por parte do profissional de saúde, foram desenvolvidos exercícios diagnósticos, discutindo-se a anamnese, o exame físico, o levantamento e análise das hipóteses diagnósticas e a interpretação dos resultados de exames complementares. Além disso, oferece-se uma visão do tratamento que sucede o diagnóstico.

Especial atenção é dada aos processos de comunicação entre paciente e médico e ao envolvimento da família do paciente, componentes estes considerados essenciais para o desenvolvimento favorável de todo e qualquer processo terapêutico. Outro aspecto salientado diz respeito à responsabilidade médica e às conseqüências de um diagnóstico incorreto ou tardio.

A quem cabe o encaminhamento do paciente e a avaliação da extensão da doença? Quem é responsável pelo estadiamento e pela orientação terapêutica? lnclui-se aqui o desenvolvimento das competências do médico não-cancerologista e as do médico cancerologista, com os objetivos de se estabelecer limites claros para a atuação de cada um e de se oferecer uma visão não compartimentada da abordagem diagnóstica do câncer.
Fonte: Controle do Câncer: uma proposta de integração ensino-serviço. 3 ed. - Rio de Janeiro: INCA, 1999.


Copyright © 1996-2017 INCA - Ministério da Saúde - Praça Cruz Vermelha, 23
Centro - 20230-130 - Rio de Janeiro - RJ - Tel. (21) 3207-1000
A reprodução, total ou parcial, das informações contidas nessa página é permitida sempre e quando for citada a fonte.
Gerenciado pelas divisões de Comunicação Social e Tecnologia da Informação