Home » Isoflavonas de Soja
Isoflavonas de Soja

Terapia de Reposição Hormonal (TRH) com Isoflavonas de Soja

O Serviço de Ginecologia Oncológica do Hospital do Câncer II realiza há dois anos um projeto pioneiro de pesquisa de Terapia de Reposição Hormonal (TRH) com Isoflavonas de Soja em pacientes tratadas de câncer ginecológico.

Pacientes com câncer de colo uterino, submetidas à castração cirúrgica e ou radioterápica para cura da doença, apresentam freqüentemente sintomas relativos à falência hormonal, a chamada Síndrome do Climatério. Isso ocorre devido à falta abrupta e muitas vezes precoce dos hormônios ovarianos, já que o índice de mulheres jovens (entre 15 e 40 anos) com essa patologia vem aumentando.

Climatério é o conjunto de sinais e sintomas que precedem ou sucedem a menopausa. Esses sintomas estão relacionados à falência ovariana: alterações vaso motoras (fogachos, taquicardia, cefaléia, etc), sintomas ósteo-articulares (dores músculares, osteopenia, osteoporose, etc.) alterações da lipemia e sintomas psicológicos.

O que são Isoflavonas

As isoflavonas de soja são encontradas em vegetais, como a soja e derivados, e apresentam estrutura química e funcionalidade semelhante à molécula do estradiol, hormônio natural responsável pelo funcionamento de tecidos em todo o corpo da mulher. Essas substâncias são classificadas como moduladores específicos de receptores de estrogênios (SERMS), pois sua atividade depende do sitio de atuação das células alvo. O uso das isoflavonas em pesquisas não demonstra até o momento problemas no endométrio ou tecido mamário, podendo ser utilizadas para substituir os hormônios artificiais que são muito agressivos para mulheres sob tratamento.

Objetivos da pesquisa

A pesquisa do INCA é o primeiro estudo randomizado, duplo cego (somente parte das pacientes é tratada com isoflavonas, as demais utilizam placebo), realizado em pacientes com câncer e tem como objetivos específicos avaliar a eficácia das isoflavonas frente aos sintomas do Climatério (verificação pelo Índice de Kupperman); a possível melhora dos índices de colesterol e frações (verificação pelo Índice de Castelli) e a ocorrência de alterações dos tecidos mamário e endometrial das pacientes submetidas ao tratamento por irradiações.

As isoflavonas de soja estão registradas na Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde (ANVISA), sob o n.1.3933;0007.001-7 (Soy 50). O projeto é aprovado pelo Centro de Ética e Pesquisa do INCA, GINCA I protocolo - 29/02, e conta com o apoio da dos serviços de Nutrição, Radiologia e Imagenologia, Social, de Enfermagem, Farmácia, Endocrinologia, Urologia, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Voluntariado, Laboratório de Análises Cínicas e Faturamento-SHI.

Pesquisadora Principal
- Dra Regina Coeli C. F. Alonso - INCA
Coordenadora do Projeto
- Dra Eurídice Figueiredo - INCA
Colaboradores
-
Dra Vanessa Franco - INCA - Segunda Pesquisadora
- Cristiane Fonseca - INCA - Nutricionista
- Norberto Campos - Farmacêutico da OTTOBONI Com. Import. Ltda

HC II
Rua Equador, 831 - Santo Cristo
20220-410 - Rio de Janeiro - RJ
Tel. (21) 3207-2800



Copyright © 1996-2014 INCA - Ministério da Saúde - Praça Cruz Vermelha, 23
Centro - 20230-130 - Rio de Janeiro - RJ - Tel. (21) 3207-1000
A reprodução, total ou parcial, das informações contidas nessa página é permitida sempre e quando for citada a fonte.
Gerenciado pelas divisões de Comunicação Social e Tecnologia da Informação