Vol.48 n° 1



Artigo completo


Correlação entre os marcadores tumorais CEA e CA 72-4 e a profundidade de invasão no câncer gástrico
Correlation between tumor markers CEA and CA 72-4 and depth of invasion in gastric cancer

Flávio Daniel Saavedra Tomasich1, Viviane Coimbra Augusto2, Murilo de Almeida Luz3, Luiz Antonio Negrão Dias4 e Massakazu Kato5

Resumo

Objetivo: avaliar a correlação entre o nível sérico do CEA e CA 72-4 com a profundidade de invasão e estadiamento das neoplasias gástricas.
Material e Métodos: foram avaliados pacientes com adenocarcinoma gástrico admitidos no Serviço de Cirurgia Abdominal do Hospital Erasto Gaertner no período de janeiro de 1996 a janeiro de 2000, incluindo-se neste estudo os pacientes que apresentavam dosagem sérica pré e pós-operatória de pelo menos um dos marcadores (CEA e/ou CA 72-4) e apresentavam estadiamento patológico ou evidências de doença disseminada pelos métodos de imagem. Resultados: dos 144 pacientes elegíveis, 71% eram do sexo masculino. A média de idade foi de 59 anos. O CEA mostrou-se alterado em 66,2% dos casos, e em 70,3% dos casos na análise do CA 72-4. Quanto à profundidade de invasão, o tumor invadia até a camada mucosa em apenas sete (4,8%) pacientes, até a camada submucosa em oito (5,6%) pacientes, muscular em 34 (23,6%), serosa em 45 (31,3%) e órgãos adjacentes em 33 (22,9%) dos casos. Em 17 pacientes a profundidade de invasão não foi avaliável, embora já fosse definida a doença como disseminada por outros meios. Na análise comparativa dos níveis séricos do CEA e do CA 72-4, de acordo com a profundidade de invasão, não observamos significância estatística para positividade dos marcadores nos tumores gástricos.
Conclusões: no presente estudo, os marcadores séricos CEA e CA 72-4 não se mostraram como fatores preditivos para profundidade de invasão e estadiamento nos pacientes com câncer gástrico.


Palavras-chave: neoplasias gástricas; marcadores biológicos de tumor; invasividade neoplásica; prognóstico; estadiamento de neoplasias; antígeno CEA; antígeno CA 72-4.

1 Médico Titular do Serviço de Cirurgia Abdominal do Hospital Erasto Gaertner;
2 Médica Residente em Cirurgia Oncológica do Hospital Erasto Gaertner. Enviar correspondência para V.C.A. Serviço de Cirurgia Abdominal do Hospital Erasto Gaertner, Rua Dr. Ovande do Amaral 201; 81520-060 Curitiba, PR - Brasil. E-mail: cepep@lpccnet.org.br;
3 Acadêmico Interno do Hospital Erasto Gaertner;
4 Médico Titular do Serviço de Cirurgia Abdominal do Hospital Erasto Gaertner;
5 Chefe do Serviço de Cirurgia Abdominal do Hospital Erasto Gaertner.
Recebido em maio de 2001


Revista Brasileira de Cancerologia - Volume 48 n°1 Jan/Fev/Mar 2002