Sobre o INCA

Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC)


Última modificação: 26/06/2018 | 14h49

A Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC sigla em inglês) é a agência especializada em câncer da Organização Mundial de Saúde (OMS), estabelecida pela resolução WHA18.44 na 18ª Assembleia Mundial da Saúde, em 20 de maio de 1965.

O IARC tem como objetivo promover a colaboração internacional na pesquisa em câncer sempre com foco na prevenção da doença. Sua função principal consiste em realizar e coordenar a pesquisa e investigação científica a nível internacional alem de auxiliar na implementação de politicas eficazes para prevenção do câncer.  A pesquisa oferece evidência científica forte e independente para a criação de diretrizes e políticas de controle da doença pelas autoridades internacionais e nacionais.

Além da sua excelência na pesquisa científica, a Agência também é responsável por produzir publicações de alta relevância global sobre câncer. Dentre elas, destacam-se a (i) “Cancer Incidence in Five Continents” de alta relevância sobre estatística mundial de câncer; e (ii) GLOBOCAN - a avaliação de agentes cancerígenos; (iii)“IARC Monographs on the Evaluation of Carcinogenic Risks to Humans - a avaliação de estratégias de prevenção do câncer; (iv) “IARC Handbooks of Cancer Prevention” e classificação anatomopatológica do câncer (v) “WHO Classification of Tumours”.

A IARC tem atualmente 26 Estados Participantes que apóiam e supervisionam o trabalho da Agência, participando nas suas estruturas de governança, os Conselhos Científico e Diretivo. 
O Brasil é membro do IARC desde 2013, sendo o único da América Latina. O INCA, representando o Brasil, possui assento tanto no Conselho Diretivo, votando sobre as políticas e decisões da Agência, como no Conselho Científico, marcando posição na estratégia científica da IARC e com isso garantindo que sejam consideradas as necessidades de investigação em domínios de especial relevância para o país e para a região sulamericana.