Dia Mundial sem Tabaco - 2011

A Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Três maneiras de salvar vidas)


Última modificação: 14/11/2018 | 10h40

O Dia Mundial Sem Tabaco – 31 de maio – foi criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. No Brasil, o INCA é o responsável pela divulgação e elaboração do material técnico para subsidiar as comemorações em níveis federal, estadual e municipal.

Em 2011, o tema escolhido pela OMS foi "A Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco” para destacar a importância deste tratado, enfatizando as obrigações de seus membros, e promover o papel fundamental da OMS no apoio aos esforços dos países no cumprimento destas obrigações.

O tabagismo causa cinco milhões de mortes anuais – 200 mil somente no Brasil – e é fator de risco para várias doenças: câncer, doença coronariana, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença cerebrovascular. Também pode causar aneurisma arterial, trombose vascular, úlcera do aparelho digestivo, infecções respiratórias e impotência sexual no homem.

 

A Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco no Brasil

O país aderiu a esse tratado em 2005, assumindo a obrigação legal de adotar as medidas previstas. Para tanto, criou uma comissão composta por 16 Ministérios, a Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (conhecida pela sigla Conicq), que vem contribuindo para o avanço do controle do tabagismo no país.

Graças aos esforços do governo e de seus diversos parceiros, o percentual de fumantes no Brasil caiu de 33% em 1989 para 17% em 2008. No entanto muitos desafios ainda precisam ser enfrentados.

Conheça as ações da Conicq

 

Saiba como parar de fumar

Materiais de Campanha

Copyright