Dia Nacional de Combate ao Fumo - 2015

Parece inofensivo, mas fumar narguilé é como fumar 100 cigarros


Última modificação: 14/11/2018 | 10h56

O Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

Criado em 1986, pela Lei Federal 7.488, o Dia Nacional de Combate ao Fumo inaugura a normatização voltada para o controle do tabagismo como problema de saúde coletiva.

Para as ações de 2015, o tema escolhido foi o narguilé e a iniciação ao fumo. Utilizado pela primeira vez em 2013, o tema se mantém atual, pois de acordo com dados do Ministério da Saúde, o consumo do narguilé vem aumentando, principalmente entre jovens do sexo masculino.

De uso coletivo e aparência exótica, o narguilé pode parecer menos nocivo que outros produtos de tabaco fumados, por usar um filtro d'água e, muitas vezes, aromatizantes e flavorizantes (aditivos que conferem aroma e sabor agradáveis ao tabaco). Mas usado em longo prazo, assim como todos os produtos de tabaco fumados, causa câncer de pulmão, boca e bexiga, estreitamento das artérias e doenças respiratórias. Além disso, ao compartilhar o narguilé com outros usuários, o fumante pode ficar exposto ao vírus do herpes, a outras a doenças da boca, à hepatite C e à tuberculose.

O objetivo da campanha é alertar sobre os perigos de fumar o narguilé e reforçar a ideia de que o cachimbo d’água, como também é conhecido, é tão prejudicial à saúde quanto o cigarro.  O público-alvo são adolescentes e adultos jovens (entre 13 a 35 anos), de ambos os sexos, fumantes ou não. A estratégia é prevenir a experimentação e a iniciação, que acontecem principalmente entre os 13 e os 25 anos.

 

Saiba como parar de fumar

Materiais de Campanha

Copyright