Gestor e Profissional de Saúde

Incidência


Última modificação: 27/09/2021 | 17h41

No Brasil, excluindo os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres de todas as regiões, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste. Para o ano de 2021 foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres (INCA, 2019a).

As taxas brutas de incidência e o número de novos casos estimados são importantes para estimar a magnitude da doença no território e programar ações locais. As taxas brutas de incidência por regiões, estados e o Distrito Federal podem ser vistas na tabela 1.

 

Tabela 1. Taxas brutas de incidência por neoplasia maligna da mama, por 100 mil mulheres, estimadas para o ano de 2021, para o Brasil, Regiões e Unidades da Federação

Regiões / Unidades da Federação Nº de casos Taxa bruta
Região Norte 1.970 21,34
Acre 100 23,55
Amapá 70 15,84
Amazonas 450 21,55
Pará 780 18,24
Rondônia 220 24,07
Roraima 60 20,73
Tocantins 290 36,64
Região Nordeste 13.190 44,29
Alagoas 620 35,20
Bahia 3.460 43,84
Ceará 2.510 53,35
Maranhão 840 23,30
Paraíba 1.120 52,93
Pernambuco 2.390 47,86
Piauí 590 35,60
Rio Grande do Norte 1.130 61,85
Sergipe 530 43,54
Região Centro-Oeste 3.760 45,24
Distrito Federal 730 42,63
Goiás 1.620 46,09
Mato Grosso 560 33,04
Mato Grosso do Sul 850 61,05
Região Sudeste 36.470 81,06
Espírito Santo 790 37,89
Minas Gerais 8.250 76,46
Rio de Janeiro 9.150 104,69
São Paulo 18.280 78,19
Região Sul 10.890 71,16
Paraná 3.470 59,26
Rio Grande do Sul 4.050 69,50
Santa Catarina 3.370 93,05
Brasil 66.280 61,61
Fonte: INCA, 2021.

As taxas ajustadas de incidência por estados e o Distrito Federal podem ser vistas no mapa apresentado na figura 1. O ajuste por idade possibilita a comparação entre os estados, eliminando o efeito das diferenças na composição etária entre eles.

 

Figura 1. Representação espacial das taxas ajustadas de incidência por neoplasia maligna da mama, por 100 mil mulheres, estimadas para o ano de 2021, para cada unidade da Federação

Fonte: INCA, 2021.

O câncer de mama é uma doença rara em mulheres jovens e sua incidência começa a ser mais expressiva a partir dos 40 anos. A maior parte dos casos ocorre a partir dos 50 anos. Homens também desenvolvem câncer de mama, mas estima-se que a incidência nesse grupo represente apenas 1% de todos os casos da doença (INCA, 2019b).

 

Referências

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA. Estimativa 2020: incidência do Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2019a. Disponível em: https://www.inca.gov.br/estimativa/taxas-ajustadas/neoplasia-maligna-da-mama-feminina-e-colo-do-utero Acesso em: 12 maio 2021.

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA. A situação do câncer de mama no Brasil: síntese de dados dos sistemas de informação. Rio de Janeiro: INCA, 2019b. Disponível em: https://www.inca.gov.br/publicacoes/livros/situacao-do-cancer-de-mama-no-brasil-sintese-de-dados-dos-sistemas-de-informacao Acesso em: 10 agosto 2021.

Copyright