Notícias

Dia Mundial contra o trabalho infantil destaca risco às crianças nas lavouras de tabaco


Publicado: 20/06/2016 | 16h45
Última modificação: 28/02/2018 | 15h56

O dia 12 de Junho é lembrado como o dia do combate ao trabalho infantil - World Day Against Child Labor. Neste ano, o Human Rights Watch  - organização global dedicada à proteção dos direitos humanos, ressaltou a assustadora realidade da exploração de crianças e danos à sua saúde pela Indústria do tabaco, através do trabalho infantil nas lavouras, e na cadeia produtiva.

A organização ressalta que a cada dia milhões de crianças trabalham em lavouras de tabaco no mundo todo, em condições de risco, por longos períodos, e muitas delas perdem o acesso a educação e a infância.

Muitas trabalham sem remuneração, e sem percepção dos riscos à saúde que estão submetidas. Nos Estados Unidos, crianças com 12 anos são ainda hoje permitidas de trabalhar, legalmente, até 50-60 horas por semana em lavouras de tabaco.

Quase três em quatro crianças que trabalham nestas lavouras nos Estados Unidos sofrem da Doença da Folha Verde do Tabaco, em função da absorção de nicotina através da pele durante a colheita.

Na Índia, crianças de até 4 anos trabalham na indústria dos Bidis, em esquema de trabalho análogo ao escravo,  forçadas a produzir centenas de cigarros enrolados manualmente a cada dia.

Um filme produzido pela Human Rights Watch na Indonésia traz imagens e a história de crianças que vivem esta triste realidade.

Esta organização também tem a iniciativa de uma petição dirigida às empresas Philip Morris, British American Tobacco, Reynolds e outras fumageiras que atuam na Indonésia pedindo o banimento do trabalho de crianças e jovens menores de 18 anos naquele país.

Fonte: UN – Edição: SE-Conicq
http://www.un.org/en/events/childlabourday/
FILME: https://www.youtube.com/watch?v=wJnrsCGDpOY&feature=youtu.be
 

Copyright