Causas e Prevenção

Benzeno


Última modificação: 26/11/2018 | 13h20

O desenvolvimento e crescimento dos grandes centros urbanos contribuem para um aumento da emissão de poluentes químicos para a atmosfera e a principal fonte de exposição ambiental ao benzeno ocorre pela evaporação da gasolina. Sendo assim, trabalhadores de postos de combustíveis estão ocupacionalmente expostos as ações do benzeno, que é uma das substâncias mais produzidas em quantidade e diversidade e está presente na composição de diversos produtos, encontrado principalmente no petróleo e na produção do carvão. É considerada uma substância altamente perigosa, podendo afetar negativamente a saúde da população e o ambiente, quando utilizados de maneira incorreta.


Formas de exposição

No trabalho:

  • Trabalhadores dos setores de siderurgia
  • Frentista
  • Produção e utilização de tintas
  • Fabricação de plátisco
  • Produção de couro
  • Indústria de borracha (pneus e outros)

Ambiental:

  • Nos grandes centros urbanos, onde há maior concentração de veículos, a população em geral está exposta a concentrações altas de benzeno no ar.

Principais efeitos á saúde

Efeitos agudos:

  • Normalmente suas manifestações ocorrem até 24 horas após o contato com o combustível , pois causa efeitos tóxicos para sistema nervoso central; os sintomas são: aceleração dos batimentos cardíacos, dificuldade respiratória, tremores, convulsão, irritação das mucosas oculares e respiratória, podendo causar edema (inchaço) pulmonar.

Efeitos crônicos:

  • Anemia, sangramento excessivo (no nariz, por exemplo) e queda do sistema imunológico, aumentando  as chances de infecções e de desenvolvimento de cânceres sanguíneos de vários tipos, como  as leucemias, além da suspeita de relações a outros tumores.

As alterações do estado de consciência e excitação seguida de sonolência, tem relação com a quantidade absorvida. As queixas mais comuns dos trabalhadores de postos de combustíveis são tontura, dores de cabeça, enjoos, boca seca e olhos irritados.


Medidas de controle

Empregadores em postos de gasolina:

  • Garantir aventais e luvas impermeáveis para os lavadores de carro;
  • Fornecer gratuitamente uniforme e calçados  de trabalho adequados aos riscos, bem como garantir a higienização destes semanalmente;
  • Instalar peças protetoras contra respingo nas bombas de abastecimento;
  • Realizar a manutenção do bico automático das bombas de abastecimento.

Funcionários de postos de gasolina:

  • Afastar o rosto da direção do tanque de combustível do veículo ou tanque do subsolo do posto;
  • Evitar cheirar a tampa do veículo antes de abastecer;
  • Trocar o uniforme, caso esteja molhado de combustível;
  • Evitar lavar as mãos com combustível, nem mesmo com o etanol, pois outros agentes químicos nocivos a saúde também são misturados a esse combustível.