Notícias

Cadernos de Saúde Pública discute Diretrizes para Detecção Precoce do Câncer de Mama no Brasil

Espaço temático é uma oportunidade de disseminação das recomendações nacionais

Publicado: 04/07/2018 | 13h19
Última modificação: 30/04/2019 | 10h26

Uma seção temática com três artigos sobre as Diretrizes para Detecção Precoce do Câncer de Mama no Brasil é a novidade da última edição da publicação mensal da Fiocruz Cadernos de Saúde Pública (nº 6, ed. 34). Para o autor principal dos artigos, o médico epidemiologista do INCA Arn Migowski, o espaço temático é uma oportunidade de disseminação das recomendações nacionais, de atualização de evidências e de aprofundamento das discussões sobre o tema.

Segundo o epidemiologista, as diretrizes publicadas em outubro de 2015 pelo INCA ainda estão válidas, mas como são contra-hegemônicas seus novos conceitos precisam ser mais bem conhecidos.

O espaço temático conta com três artigos: “Métodos de elaboração”, sobre o processo de construção das novas diretrizes para detecção precoce do câncer de mama no Brasil; “Novas recomendações nacionais, principais evidências e controvérsias”, que apresenta as orientações e atualiza a síntese de evidências; e “Desafios à implementação”, com os principais obstáculos à efetivação das novas recomendações para a detecção precoce do câncer de mama no Brasil.

Além desses três artigos, Cadernos conta com um editorial escrito pela pesquisadora da London School of Hygiene & Tropical Medicine Isabel dos Santos Silva, discutindo os próximos passos da política de controle do câncer de mama no Brasil.

Copyright