Notícias

Comida sem veneno é tema de encontro regional de agroecologia

Objetivo é mostrar modelos alternativos ao agronegócio e chamar atenção para os males à saúde e ao meio ambiente provocados pelos agrotóxicos 

Publicado: 16/04/2019 | 10h05
Última modificação: 10/05/2019 | 11h49

“Tem Veneno na sua Comida?” É com esse questionamento que moradores do município de Casimiro de Abreu, na baixada litorânea do Rio de Janeiro, se preparam para receber o I Encontro Regional de Agroecologia (27 a 29 de abril).

O encontro promove o diálogo e a reflexão sobre o modelo baseado no agronegócio e suas implicações para a saúde humana, meio ambiente e questões agrárias. O objetivo é mostrar, por meio de diversas experiências regionais da agricultura camponesa e familiar, que é possível produzir “comida de verdade”, cultivada no campo e na cidade, sem venenos e agrotóxicos, garantindo soberania alimentar aos consumidores.

O encontro é uma realização conjunta do INCA, da Fiocruz com a Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida, da Articulação de Agroecologia da Região Serramar, da Prefeitura de Casimiro de Abreu e de diversas outras instituições e movimentos sociais.

A organização do evento une agricultores (as) familiares, camponesas (es), trabalhadores (as) rurais e técnicos (as), em uma construção baseada na autogestão e na diversidade.

Além de debates, rodas de conversa e uma aula pública, o evento terá uma feira de produtos agroecológicos nos quais grupos de agroecologia da região vão partilhar refeições preparadas com produtos livres de agrotóxicos e transgênicos.

As atrações culturais terão shows, teatro e atividades infantis ecológicas.