Notícias

INCA é contra incentivo para cadastramento de doadores de medula óssea

Cadastro no Redome é, por definição, ato voluntário e não pode ser vinculado a vantagens ou recompensas

Publicado: 03/05/2018 | 11h06
Última modificação: 07/05/2019 | 11h22

O Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) reúne informações cadastrais dos potenciais doadores de medula óssea do Brasil. Atualmente, soma mais de 4 milhões de pessoas, constituindo-se o terceiro maior registro de doadores voluntários do mundo.
 
Conforme recomendações nacionais e internacionais de diversas organizações relacionadas a esta atividade, o cadastro no Redome é, por definição, um ato voluntário e não pode ser vinculado a vantagens ou recompensas.
 
Por esse motivo, o INCA não apoia a isenção da taxa de inscrição em concurso público como um incentivo ao cadastro de doação de medula óssea.
 
A inclusão de novos doadores deve seguir preceitos técnicos, a fim de garantir o sucesso de uma atividade que é parte fundamental da política pública de transplantes de órgãos e tecidos.
O sucesso do Redome em identificar doadores para os pacientes que necessitam de transplante de células-tronco hematopoéticas, depende, além de aspectos técnicos de compatibilidade genética, do nível de comprometimento destes doadores que uma vez cadastrados, deverão manter seus dados pessoais atualizados.
 
O Redome agradece o empenho dos voluntários em ajudar os pacientes que necessitam de transplante de células-tronco hematopoiéticas e se coloca à disposição para esclarecimentos necessários.
 
Para mais informações, acesse: http://redome.inca.gov.br/
 

Copyright