Notícias

INCA lança manifesto por Brasil livre do tabaco

Instituto defende manutenção de resolução da Anvisa que proíbe comercialização de cigarros eletrônicos em todo o País

Publicado: 07/08/2019 | 09h57
Última modificação: 07/08/2019 | 16h19

Uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de 2009, proibiu a comercialização de cigarros eletrônicos. Mas os fabricantes têm alegado em campanhas e promoções de tal produto, inclusive no meio científico, que trariam menos danos individuais quando comparados aos cigarros convencionais. Por outro lado, as evidências científicas revelam que cigarros eletrônicos trazem riscos de aumento de iniciação entre os não fumantes, presença de substâncias cancerígenas no vapor, evidência de danos celulares, aumento da chance de infarto agudo do miocárdio e asma.

 

Conheça o manifesto do INCA em favor da resolução da Anvisa que proíbe o uso de cigarros eletrônicos.