Notícias

Saúde pulmonar é tema do Dia Mundial Sem Tabaco

INCA também apresentará estudo sobre os impactos das leis estaduais dos ambientes livres do cigarro

Publicado: 27/05/2019 | 14h39
Última modificação: 30/05/2019 | 13h23

Conscientizar sobre o impacto negativo que o uso do tabaco e a exposição ao fumo passivo exercem sobre saúde pulmonar, do câncer à doença respiratória crônica, além da importância dos pulmões na saúde geral das pessoas. Estes são os principais objetivos da campanha do Dia Mundial Sem Tabaco (31 de maio), cujo tema este ano é “Tabaco e Saúde Pulmonar”.

A data foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. No Brasil, o INCA é o responsável por sua divulgação e comemoração de acordo com o tema estabelecido a cada ano pela OMS.

Na solenidade de comemoração do dia 31, sexta-feira, no prédio-sede do INCA, na Praça Cruz Vermelha, Centro do Rio de Janeiro, às 10h30, haverá a apresentação de estudo acerca de ambientes livres de cigarro e mortalidade infantil, comparando estados com e sem o dispositivo legal, antes da promulgação da lei federal.

O estudo é resultado de parceria do INCA com o Imperial College London. Ainda no dia 31 de maio, o Instituto promove o debate “Tabaco e Saúde Pulmonar” entre autoridades de saúde do INCA e de outras órgãos. O debate será mediado pelo jornalista Rosayne Macedo,  do portal Vida & Ação.

No Brasil, 428 pessoas morrem por dia por causa da dependência de nicotina. Estima-se que R$ 56,9 bilhões são perdidos a cada ano devido a despesas médicas e redução de produtividade, e 156.216 mortes anuais – principalmente, o câncer – poderiam ser evitadas.

 

Lista Assuntos