Notícias

Terceira edição do livro “O Atlas do Câncer” é lançada e destaca características atuais da doença no mundo

Publicação também mapeia estratégias de sucesso para o controle da enfermidade e permite compreensão clara do problema

Publicado: 16/10/2019 | 12h06
Última modificação: 16/10/2019 | 13h50

A terceira edição de O Atlas do Câncer, que proporciona uma perspectiva global acerca de informações essenciais sobre a doença, foi lançada nesta quarta-feira, durante a Cúpula Mundial de Líderes do Câncer, em Nur-Sultan (Cazaquistão). A publicação é editada pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc, na sigla em inglês) da Organização Mundial da Saúde, em parceria com a Sociedade Americana de Câncer e a União Internacional para o Controle do Câncer.

O Atlas do Câncer permite não apenas uma compreensão imediata dos fundamentos do custo do câncer e seus determinantes em todo o mundo, mas também exposição única da matriz de ações de controle da doença – das principais intervenções à construção de sinergias entre sistemas de saúde e doenças”, disse a diretora da Iarc, a brasileira Elizabete Weiderprass.

A obra destaca as características atuais do câncer no mundo, enfatiza causas e mapeia estratégias de sucesso para reduzir a epidemia do câncer em todos os países. O livro é acompanhado de website que disponibiliza mapas, infográficos e mensagens “para baixar” sobre fatores de risco para o câncer e seu impacto global. Pensado para diferentes leitores, a nova edição do Atlas é uma ferramenta importante para qualquer pessoa – incluindo governos, órgãos de saúde pública, elaboradores de políticas públicas, assim como pacientes, sobreviventes e o público em geral – que queira entender melhor  a complexidade da doença e medidas efetivas para seu controle.

Para Elizabete Weiderprass, “o livro proporciona uma perspectiva extremamente visual da informação global que conta uma história convincente do impacto potencial da prevenção e do controle do câncer na redução de disparidades, estimulando o crescimento econômico e acelerando o desenvolvimento sustentável”.   

Copyright