Perguntas Frequentes

Fumar aumenta o risco de contrair coronavírus?

O fumante, caso leve as mãos não higienizadas à boca para fumar, pode contrair o vírus. Tabagistas têm seu sistema respiratório prejudicado pelo fumo, e, portanto, se infectados pelo coronavírus, podem ter sua saúde ainda mais ameaçada.

Veja também:

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra, por meio de:

  • Aperto de mãos
  • Gotículas de saliva
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

As pessoas com idade acima de 60 anos e aquelas com doenças crônicas, como diabetes,  doenças cardiovasculares e respiratórias, e com imunidade baixa, possuem um risco maior de terem complicações graves se forem contaminadas pelo coronavírus. Da mesma forma, pessoas com câncer que estejam em tratamentos de quimioterapia, radioterapia, que tenham feito cirurgia há menos de um mês ou que façam uso de medicamentos imunossupressores fazem parte do grupo de risco.

,

O tabaco causa diferentes tipos de inflamação e prejudica os mecanismos de defesa do organismo. Por esses motivos, os fumantes têm maior risco de infecções por vírus, bactérias e fungos. Os fumantes são acometidos com maior frequência por infecções como sinusites, traqueobronquites, pneumonias e tuberculose. Além disso, o consumo do tabaco é a principal causa de câncer de pulmão e importante fator de risco para doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), entre outras doenças.

Pelo exposto, podemos dizer que o tabagismo é fator de risco para a Covid-19. Devido a um possível comprometimento da capacidade pulmonar, o fumante possui mais chances de desenvolver sintomas graves da doença.

O paciente com câncer não deve, em nenhuma hipótese, parar seu tratamento por conta própria, seja quimioterapia, radioterapia ou uma cirurgia. Toda decisão quanto ao tratamento deve ser feita junto com a equipe de saúde. Em algumas situações, consultas e exames poderão ser adiados e remarcados.

Além disso, há alguns cuidados que pacientes com câncer devem tomar para se proteger do coronavírus:

  • Ficar em casa, quando não for dia de tratamento;
  • Se sair for realmente necessário, evitar lugares com muita gente e tentar manter distância de, pelo menos, um metro de outras pessoas;
  • Lavar as mãos com frequência e com atenção por pelo menos vinte segundos;
  • Tentar não levar as mãos ao rosto (principalmente olhos, nariz e boca);
  • Cobrir nariz e boca com lenço (ou papel) ao tossir ou espirrar (e jogá-lo fora logo depois). Se não for possível, deve usar o antebraço como barreira, e não as mãos, para evitar tocar em locais que possam contaminar outras pessoas;
  • Cumprimentar a distância, evitando aperto de mão, abraços e beijos, mesmo de familiares;
  • Evitar contato com pessoas que tenham sintomas de gripe;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal como toalhas, talheres, pratos e garrafas;
  • Higienizar objetos e superfícies tocados com frequência, incluindo celulares, chaves, maçanetas etc.;
  • Caso tenha que sair de casa, você deve usar máscara de proteção, mesmo que seja artesanal. Saiba mais sobre como fazer a sua máscara caseira, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde no passo a passo e no vídeo.
,

No uso do narguilé, é comum o compartilhamento das piteiras, expondo os usuários ao risco de contaminação e transmissão de várias doenças infectocontagiosas, entre elas, a Covid-19, infecção causada pelo coronavírus. Isso também acontece quando um dispositivo eletrônico para fumar é utilizado por mais de uma pessoa.

E por conterem tabaco, o narguilé e os dispositivos eletrônicos para fumar são prejudiciais à saúde pulmonar, e seu consumo aumenta o risco para desenvolvimento de sintomas mais graves da Covid-19.

Copyright